Criatividade por William Câmara


criatividade_ideia_escrever_metodo_derose_morumbi_livro

Criatividade é uma habilidade que todo mundo possui. Uma forma simples de provar isso é lembrar da sua infância. Todo criança brincou de boneco(a) e criou as mais variadas histórias sendo cada dia uma totalmente diferente.

E como perdemos essa habilidade? Muito simples, com o tempo, vamos deixando de utilizar a criatividade, a forma tradicional de ensino contribuiu com isso, e esse pequeno “músculo” vai se atrofiando cada vez mais.

É muito fácil voltar a estimular a criatividade, e não se preocupe, nunca é tarde para fazer isso.

Segue algumas dicas de como fazer isso:

1.) Leia bastante;

 Ler bastante estimula a imaginação. Ler histórias de ficção, sempre me fez criar diversos mundos na minha cabeça, conseguia “ver” claramente os diversos personagens.

2.) Quebre a rotina;

Ajuda também estimular a criatividade, você quebrar a sua rotina. Faça algo que não esteja habituado, faça novos caminhos de carro e a pé, vá para novos restaurantes e bares, veja novas pessoas e assim por diante.

3.) Curiosidade;

Mantenha-se curioso. Estude algo sempre que isso lhe interessar, procure saber como as coisas funcionam. E se não entender, pergunte!

4.) Excesso de julgamento;

Criar e julgar ao mesmo tempo, é igual dirigir com o pé no freio. Deixe a sua criatividade fluir, faça um brainstorming (ou um toró de miolos) e deixe a ideia se desenvolver.

5.) Não force a criatividade.

Se estiver difícil para criar algo, não force, vá fazer outra coisa. Forçar ser criativo só o fará perder tempo. As melhores ideias normalmente surgem quando você não está se focando no problema.

Se tiver mais alguma sugestão de como se manter criativo, deixe aqui nos comentários.

Texto publicado por Marcelo Hirota em http://www.derosevilamadalena.org/2012/08/criatividade



Siga-nos

Instagram




Sobre

Estamos há 50 anos no mercado de alta performance, qualidade de vida, autoconhecimento, alongamento muscular, consciência corporal, combate ao stress, meditação, exercícios respiratórios e alimentação biológica.