0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Filament.io 0 Flares ×

Todos seres humanos respiram. Bem ou mal você também respira!

Você consegue ficar alguns dias sem comer, alguns dias sem beber, mas não passa de poucos minutos sem respirar.

Isso já torna a respiração algo bem importante para sua sobrevivência. Mas tenho certeza que você quer algo mais além do que simplesmente sobreviver.

A respiração

Bem feita pode mudar a forma que sentimos ou pensamos. Para comprovar isso basta você se lembrar de alguns momentos extremos. Quando você caminha, a sua respiração deve ser mais intensa do que quando você está parado, se você está num momento de decisão, ela também fica diferente.

Quando seu corpo precisa de mais oxigênio, automaticamente mudamos o padrão de respiração.

Até mesmo uma exigência emocional pode alterar o ritmo respiratório.

Sua respiração pode ficar mais curta ou mais longa, de acordo com o que estiver sentindo, ou do que o ambiente estiver obrigando você a sentir.

Baseado nesse padrão de exigência natural e inteligente do nosso corpo, podemos também fazer o caminho inverso.

A respiração está intimamente ligada ao nosso estado emocional: em situações de pressão o abdômen se contrai e ela se concentra na parte alta do pulmões. Dessa forma absorvemos menos oxigênio, o cansaço aumenta e a irritabilidade também.

Agora faça o teste e sente-se confortavelmente com as costas eretas e ombros descontraídos. Agora inspire lentamente (pelas narinas) expandindo a região abdominal e exale (também pelas narinas) contraindo o abdômen. Execute em torno de 5 ciclos e cheque como estão as sua emoções.

É bem provável que sinta-se mais desperto, mais alegre e mais descontraído. Algo tão simples  faz uma grande diferença na sua produtividade diária.

Quer desenvolver uma alta performance nessa e em outras áreas da sua vida?

Venha nos visitar e conheça o Método DeRose na prática!