0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Filament.io 0 Flares ×

gerenciamento das emoções alta performance método derose morumbi

Sob a ótica das emoções a vida se torna mais bela. A literatura, a música, a pintura, o cinema e todas as manifestações artísticas encontram eco nas aspirações naturais e profundas do ser humano que, ao se aventurar no universo do sentir, ganha um afago n’alma. É o tempero, o aroma, o colorido da existência.

Um sentimento bem conduzido pode impulsionar mudanças substanciais e se tornar uma grandiosa força para alavancar o desenvolvimento pessoal, desencadeando mais plenitude e sucesso, seja ele proveniente de um momento de prazer ou de dor.

O amor, o orgulho, a agressividade, admiração, a ambição, a alegria, a raiva ou até mesmo a tristeza, entre outros sentimentos, podem constituir a primeira pedra de uma grande avalanche interna, onde a evolução provém da quebra de paradigmas. É da esfera dos sentimentos que surge o “momento mágico”, a coragem para assumir riscos e mudar.

Entretanto, para evoluir utilizando o termômetro da emoção, é muito importante não se confundir com ela. O auto estudo constante é essencial para percebermos que não somos aquilo que sentimos, mas que podemos selecionar e educar os sentimentos a fim de galgar a vitória.

Sem esse grau de lucidez, as emoções se tornam poderosas amarras que eclipsam o discernimento e atrasam o processo de desenvolvimento interno fazendo-nos repetir, repetir e repetir um mesmo comportamento.

Um potente meio para testar e fortalecer seu gerenciamento emocional é evitar confrontos e aprimorar-se em todos os relacionamentos interpessoais. Essa forma de conduta é digna das pessoas mais lúcidas, que topam assumir como desafio pessoal a proposta de vivenciar bons relacionamentos.

Algumas dicas para sublimar o emocional:

1- Valorize a integridade e a verdade, conquistar a confiança de sua própria mente é essencial à lucidez;

2- Tudo passa. Desfrute de uma emoção, boa ou ruim, sem se deixar iludir, cegar ou abalar por ela;

3- Não reaja com crueza aos sentimentos. Pare, respire, pense, elabore antes de agir. Só assim conseguirá se libertar dos grilhões dos condicionamentos;

4- Alimente seu emocional e intelecto com boa cultura, arte e beleza;

5- Evite o confronto. Preserve com todas as suas forças os bons relacionamentos, com todas as pessoas, em todas as situações;

6- Prefira falar de ideias e não de pessoas;

7- Se o coração palpitar e tiver aquela certeza interna, confie;

8- Sensibilidade e força não são conceitos antagônicos. Seja forte, mas sem perder a ternura.

por Fernanda Monteforte.

http://fernandamonteforte.blogspot.com/